domingo, 19 de fevereiro de 2017

Uma resenha meio leiga sobre o filme "Lion - Uma Jornada para Casa" #AquecimentoOscar2017


Cuidado que esse post pode conter alguns spoilers!

Continuando as resenhas dos filmes concorrendo a Melhor Filme no Oscar 2017, "La La Land", "Até o Último Homem" e "A Chegada" já foram postados aqui. Não sei se consigo fazer uma resenha para cada um dos 9 filmes concorrentes aqui no blog antes da premiação no dia 26 desse mês, mas vamos lá, rs. Neste post vou falar sobre o filme "Lion - Uma Jornada para Casa":

Baseado em uma história real, "Lion" gira em torno de Saroo, uma criança indiana que acompanhava seu irmão mais novo em seu trabalho, e enquanto o esperava em uma estação de trem, eles se perdem e o garotinho acaba indo parar de trem em algumas cidades da Índia até ser adotado por um casal australiano. Depois de adulto, Saroo faz de tudo para voltar para a Índia e encontrar sua mãe e seu irmão.


O filme é emocionante, na primeira metade dele mostra a história fraterna entre Saroo e seu irmão mais velho Guddu e como eles faziam de tudo para sobreviver a renda miserável da família, composta pelos dois e sua mãe que trabalhava como colhedora de pedras. Depois que os irmãos se separam, Saroo passa por vários obstáculos para tentar voltar para casa, inclusive conhece uma mulher, aparentemente amorosa com a criança, mas que na verdade quer vendê-lo, prostituí-lo com o marido, mas a criança esperta sempre escapa.

Há cenas muito bem interpretadas pelo garotinho (Sunny Pawar), incluindo a emoção que ele passa quando o desespero chega ao imaginar que não veria mais a mãe e o irmão e até quando ele vai parar em um orfanato muito ruim e mais sofrência aparece nessas cenas. Inclusive isso é algo bem marcante no filme, muito drama e ao mesmo tempo uma paixão que o telespectador tem pelo menino Saroo.

Por sorte, Saroo é adotado pelo casal Sue (Nicole Kidman) e John (David Wenham) e vai morar na Austrália. Lá ele fica muito feliz e o amor começa a ser recíproco naquela família. Até que o casal resolve adotar um outro filho com problemas mentais que causa um desconforto enorme no lar, mas os três fazem de tudo para acolher a criança.


Já na segunda metade do longa, Saroo cresce (Dev Patel) e entra na faculdade, conhece uma moça chamada Lucy (Rooney Mara), e começam a namorar. Já o irmão adotivo dele foge de casa e deixa sua mãe Sue muito triste. Enquanto a trama vai rolando, acontecendo coisas como Sue querendo o filho de volta em casa, o casal Saroo e Lucy entre brigas e amores sendo felizes, o próprio começa a ir atrás de sua mãe biológica, procurando de todas as formas onde seria o lugar que eles moravam na Índia, até usando o Google Maps, e por fim ele vai e encontra sua querida mãe no vilarejo que ele sempre pronunciou errado o nome.

Te garanto que o final do filme vai te deixar bem triste, mas não vou contar aqui, rs. E a perseverança de Saroo, desde pequeno tentando voltar para a casa é algo que te deixará emocionado e aflito em quase todo o longa, já que ele é corajoso como um leão.

Então, pegue um lencinho e bom filme!



E no Oscar...

Como Melhor Filme, eu acho que a Academia, infelizmente não dará o prêmio da noite para "Lion", devido aos fortes e melhores concorrentes, mas em algumas categorias pode até ser que role, como Ator e Atriz Coadjuvantes, pois Dev e Kidman simplesmente arrasam nesse filme em todas as cenas que aparecem, é uma emoção sem fim. E acho que a estatueta mais certa para o filme é de Roteiro Adaptado, pois é um roteiro lindo, você não se perde em nenhum momento do filme, a sequência de falas se entrelaçando com a história é de tirar o fôlego, assim como a Fotografia, que não tenho nem palavras, Índia e Austrália em um filme só, que tem uma imagem em cenas internas bem tristes e marcantes, é uma boa pedida para levar uma estatueta também. Também concorre ao prêmio de Melhor Trilha Sonora, mas acho que o sucesso de La La Land deve levar esse prêmio por motivos óbvios.

Veja o trailer:




[imagens: aqui, aqui, aquiaqui]